Ubuntu Phone é apresentado na CES 2013: confira as novidades!

Share

Acontece até amanhã (09/01) e Las Vegas a CES – Consumer Electronics Show 2013, que é o palco anual para apresentação das novidades em tecnologias que virão para o corrente ano.

Mark Shuttleworth, o líder da Canonical, e Jono Bacon, Gerente da Comunidade Ubuntu, estão na CES 2013 para apresentar o Ubuntu Phone. Assista o vídeo abaixo com a demonstração da nova plataforma mobile da Canonical:

Mark comentou que os testes com o Ubuntu Phone estão surpreendendo até os desenvolvedores e que hoje (08/01) uma nova ISO foi construída, porém ainda não liberada ao público.

Ainda não existe uma data específica para o liberação desta primeira ISO (que deve rodar em Galaxy Nexus), apesar do próprio Mark ter anunciado que essa liberação aconteceria em fevereiro.

Segundo Richard Collins, Gerente de produtos móveis da Canonical, a empresa está aguardando “o mundo prestar a atenção no Ubuntu Phone”, e deverá liberar a tão aguardada ISO no WMC – World Mobile Congress, que acontecerá entre 25 e 28 de fevereiro.

ubuntuosleft

Alguns detalhes importantes que precisam ser esclarecidos sobre o Ubuntu Phone:

O Ubuntu Phone não é o Ubuntu para Android

Ubuntu para Android é projetado para colocar o Ubuntu em celulares com Android de forma que os dois possam co-existir. Com o Ubuntu para o Android, você usa o Android como sistema operacional do seu telefone, porém também tem o Ubuntu on-board para que você possa usar o seu telefone com um teclado, mouse e monitor; como um PC.

O Ubuntu Phone, no entanto, é um substituto completo para o Android. Smartphones com o Ubuntu Phone também lhe darão o poder de usar seu smartphone como um substituto do PC, mas não haverá qualquer Android instalado no seu dispositivo.

O Ubuntu Phone rodará aplicações em HTML 5 aplicações, mas não programas do Android.

O Ubuntu Phone é um sistema operacional alternativo para celulares, e apesar de usar um hardware semelhante ao necessário para rodar o Android , ele não suportará aplicações Dalvik, ou seja, aplicações em Java Virtual Machine (JVM) para Android. Assim, os desenvolvedores não serão capazes de simplesmente portar aplicativos do Android para o Ubuntu Phone.

Na verdade a Canonical vê isso como uma vantagem. Eles acreditam que os aplicativos nativos irão rodar mais rápido no Ubuntu Phone, tendo em vista que o Android tem a sobrecarga do JVM.

Em vez de Dalvik, o Ubuntu Phone suportará aplicações escritas em QML, HTML5 e OpenGL, como disse Jono Bacon. Além disso a Canonical está trabalhando em um SDK [kit de desenvolvimento de software] com um conjunto especial de componentes para o Ubuntu Phone que rodam QML e Qt.

Quer saber mais sobre o desenvolvimento para o Ubuntu Phone? Visite o Ubuntu Go Mobile Developer App.

Fontes:

– omgubuntu.co.uk

– zdnet.com

– twil.tv

Quer continuar por dentro das novidades do Blog Seja Livre? Siga o nosso perfil no TWITTER, curta a nossa página no FACEBOOK ou adicione o Blog Seja Livre nos seus círculos do GOOGLE+.