Ubuntu ou openSUSE? Conheça suas vantagens e desvantagens!

Share

Todos sabem que o Ubuntu é a distribuição Linux mais utilizada do mundo, parte desse sucesso deve-se a facilidade de uso do sistema, mas nesses últimos anos a canonical resolveu fazer algumas mudanças drásticas em seu sistema, bem como a troca do Gnome pelo seu próprio ambiente gráfico Unity, com isso o Ubuntu acabou perdendo muitos usuários, e uma distribuição que bate de frente com ele é o openSUSE, que tem roubados bastantes usuários do Ubuntu, e isso deve-se a sua extrema facilidade de uso.

Hoje vamos fala sobre as vantagens e desvantagens que cada uma tem a oferecer.

Publico alvo;

Venho percebendo que a canonical vem mudando um pouco o foco principal do Ubuntu, que la nos primórdios era o desktop, hoje o foco esta mais nos dispositivos moveis, deixando de lado o principal objetivo. Já a NOVELL empresa por trás do openSUSE tem seu foco destinado a empresas e administração de redes, isso faz com que o openSUSE se destaque pela estabilidade.

Facilidade de uso;

O Ubuntu é um sistema com uma facilidade de uso imensa, grande parte deves-se ao “Ubuntu Software Center” que é um dos sucessos mais consagrados do Ubuntu, mas tratando-se do Unity a personalização do sistema fica a desejar, tendo que instalar vários Tweak para fazer uma simples alteração. Já no openSUSE temos disponível o exclusivo o yast (Yet Another Setup Tool) um centro de controle de configurações unificados, algo como o painel de controle do Windows, que permite fazer qualquer tipo de alteração nas configurações do sistema em modo gráfico, algo interessante no yast é a possibilidade de adicionar novos módulos, como um complemento para gerenciar o squid ou apache.

Gerenciado de pacotes;

O Ubuntu por se baseado no Debian usa o utilitário de linha de comando apt-get, um gerenciador bastante eficiente e ágil, também a disposição temos o “Ubuntu Software Center” que é um gerenciador gráfico de pacotes, e um gerenciador gráfico do apt-get chamado “Synaptic” que pode ser instalado separadamente, já no openSUSE temos varias opções, são elas o zypper que é uma mistura de tudo que a de melhor no apt-get, yum e urpmi, temos também um gerenciador de pacotes gráfico e o adorado “1 Click Install” que permite instalar tudo o que você quiser sem qualquer tipo de dificuldade em um pisca de olhos.

Disponibilidade de pacotes;

O Ubuntu por ser o mais utilizado tem uma quantidade de pacotes maior que o openSUSE, mas a grande maioria dos pacotes disponíveis para ubuntu também esta disponível para o openSUSE, só alguns pacotes específicos podem não ser encontrados, o que não é um problema pois existem alguns utilitários que convertem os pacotes binários de deb para rpm.

Ciclo de desenvolvimento;

O Ubuntu lança uma nova versão a cada 6 meses com suporte de 2 anos, sendo que a cada dois anos e lançada uma versão LTS (Long Term Support) que são as versões com suporte de longo prazo que tem seu suporte estendido a 5 anos, já o ciclo de desenvolvimento do openSUSE e de 8 meses, cada versão lançada tem suporte de 18 meses.

Segurança;

Alguns chamam o Ubuntu de spyware pelo motivo da canonical ter introduzido um sistema que envia todas as palavras digitadas no dash para seus servidores, para que posteriormente essas informações sejam usadas para exibir anúncios direcionados, ja o openSUSE não tem qualquer lacuna de segurança ou privacidade, inclusive vem com um maravilhoso Firewall que visa proteger o usuário.

 

Agora é com vocês, tirem suas próprias conclusões e as deixem nos comentários!

Quer continuar por dentro das novidades do Blog Seja Livre? Siga o nosso perfil no TWITTER, curta a nossa página no FACEBOOK ou adicione o Blog Seja Livre nos seus círculos do GOOGLE+.