Ubuntu deverá deixar de usar o “Servidor X”

Share

Se você é novo no universo Linux deve ter achado que o “Servidor X” é algum tipo de projeto secreto, como a “Área 51 do Google” que produziu o Google Glass, ou uma tecnologia alienígena, fazendo alusão ao Arquivo X. Mas fique tranquilo, o Servidor X é algo bem mais simples…. :)

O Servidor X é responsável pela manipulação dos itens gráficos, e serve de interface do hardware gráfico com dispositivos de entrada de dados (mouse, teclado, touchpad e etc). Tudo que você vê no modo gráfico do Linux, partiu de uma solicitação de uma aplicação para o Servidor X. As aplicações e bibliotecas gráficas se comunicam com o Servidor X através de um protocolo, e utilizam o velho conceito “cliente-servidor”.

servidor x

Basicamente o Servidor X é o responsável por traduzir ao sistema os “comandos” utilizados em nosso Ambientes de Desktops (Gnome, KDE, Unity e etc), ou seja, quando realizamos um simples clique de mouse no ícone do Firefox, por exemplo, o nosso Servidor X traduz isso ao sistema como o comando:

$ firefox

Voltando ao Ubuntu

Em 2010 Mark Shuttleworth anunciou que estaria pensando em trocar o Servidor X pelo Wayland nas próximas versões do Ubuntu, o qual também um servidor gráfico para ambientes Linux porém muito mais otimizado e novo, tendo em vista que o X está em nosso meio a quase 30 anos.

Porém Jono Bacon, Gerente de Comunidade do Ubuntu, recentemente anunciou que a ideia da Canonical não é mais utilizar o Wayland e nem o X, e sim desenvolver uma plataforma própria:

As necessidades do Ubuntu mudaram consideravelmente. O projeto já passou de ser apenas voltado para o mercado de desktop e agora está abrangendo várias plataformas, como telefones e TVs.

Ao invés de simplesmente pegar o X e utilizá-lo com uma tonelada de funcionalidade que não precisamos, nós estamos explorando a possibilidade de criar o nosso próprio servidor gráfico, tendo em vista que nem o X e nem o Wayland atualmente atendem as nossas necessidades.

 Segundo Joey Sneddon-Elias, do blog OMG!Ubuntu, o Ubuntu Phone já estaria utilizando este servidor gráfico misterioso da Canonical, tendo em vista que a própria Wiki do Ubuntu o descreve como “Desconhecido”. E tomando como base a política que a Canonical vem implementando em seus produtos, é bem provável que este servidor gráfico da Canonical já esteja sendo desenvolvido mesmo.

No momento o que nos resta é aguardar e torcer para que ele ao menos aumente a performance do Unity em máquinas menos favorecidas, tendo em vista que boa parte da culpa pela demora no carregamento do Unity em máquinas mas antigas seria a “precária” interação dele com o X.

Com informações daqui e daqui.

Quer continuar por dentro das novidades do Blog Seja Livre? Siga o nosso perfil no TWITTER, curta a nossa página no FACEBOOK ou adicione o Blog Seja Livre nos seus círculos do GOOGLE+.