Stress Testing CPU

Share

Desde o advento dos computadores em lares e pequenos escritórios, tivemos uma grande evolução de vários componentes físicos como CPU,memória,Hard Disk. Sofríamos com estabilidade,travamentos e erros no passado, as vezes ligados a parte física como processadores. Esse cenário mesmo nos dias de hoje com a evolução desses componentes não mudou, grandes marcas de componentes físicos podem apresentar problemas durante o seu uso.

Efetuar testes com outros hardwares como HD, memória é incrível há diversas ferramentas para testar os componentes, como o próprio teste de memória que acompanha o cd de instalação do linux ou live cd  hirens boot que contém inúmeras ferramentas de teste. Mas a pergunta que fica é a seguinte como detectar  um problema no processador? É possível realizar um teste de CPU?

Como detectar o problema? 

Nós usuários linux temos um grande amigo para detectar erros que acontecem no sistema e nos periféricos o log. Muitas pessoas o chamam de diário de bordo do sistema, se seu hardware está com defeito ele irá acusar mas pode acontecer de você não conseguir identifica-lo, normalmente quando ocorre erros relacionados ao processador ele não consegue assimilar uma IRQ (Requisição de tempo) ,  o processador reserva um tempo para ser executado alguma ação no computador por exemplo como movimentar a seta do mouse.

Uma das maneiras de se também detectar um problema em uma CPU é realizando um stress testing.

Stress Testing  é um termo utilizado para testarmos a estabilidade, desempenho de um dado hardware ou software em condições críticas com o máximo de recursos utilizados.

Prime95

Uma das ferramentas utilizadas e mais completas para se realizar um stress testing é o Prime95, com ela é possível testar o processador, seus múltiplos cores, e o cache.

Realize o download  da ferramenta no seguinte link:

http://www.mersenine.org/ftp_root/gimps/p95v285.linux64.tar.gz  para máquinas 64 bits

ou

http://www.mersenne.org/ftp_root/gimps/p95v285.linux32.tar.gz para máquinas de 32 bits.

Após o download extraia o pacote com o comando tar -zxvf p95v285.linux32.tar.gz.

Digite no terminal ./mtime –help as principais opções do comando são:

-m Realiza a configuração do comando.

-t Inicia o stress testing.

Execute ./mtime -m

Escolha a opção 15

 

Hit enter to continue:
Main Menu

1. Test/Primenet
2. Test/Worker threads
3. Test/Status
4. Test/Continue
5. Test/Exit
6. Advanced/Test
7. Advanced/Time
8. Advanced/P-1
9. Advanced/ECM
10. Advanced/Manual Communication
11. Advanced/Unreserve Exponent
12. Advanced/Quit Gimps
13. Options/CPU
14. Options/Preferences
15. Options/Torture Test
16. Options/Benchmark
17. Help/About
18. Help/About PrimeNet Server

Escolha a opção 3 e depois pressione “y”, o teste de stress dará início.

Choose a type of torture test to run.
1 = Small FFTs (maximum heat and FPU stress, data fits in L2 cache, RAM
not tested much).
2 = In-place large FFTs (maximum power consumption, some RAM tested).
3 = Blend (tests some of everything, lots of RAM tested).
11,12,13 = Allows you to fine tune the above three selections.
Blend is the default. NOTE: if you fail the blend test, but can pass the
small FFT test then your problem is likely bad memory or a bad memory
controller.
Type of torture test to run (3): 3
Accept the answers above? (Y): y

 

[Main thread Jun 13 09:49] Starting worker.
[Work thread Jun 13 09:49] Worker starting
[Work thread Jun 13 09:49] Beginning a continuous self-test to check your computer.
[Work thread Jun 13 09:49] Please read stress.txt. Hit ^C to end this test.
[Work thread Jun 13 09:49] Test 1, 36000 Lucas-Lehmer iterations of M8716289 using AVX FFT length 448K, Pass1=448, Pass2=1K.

Obs: O teste será executado e caso seu processador apresente algum problema o teste irá ser finalizado, caso queira cancelá-lo apenas pressione as teclas Ctrl+C. Normalmente para fins de teste de estabilidade você pode executar por um período de 2 a 4 horas mas já vi acontecer erros com 20 horas de execução do teste.

E você já conhecia o Prime95? Conhece alguma outra solução de Stress Testing? Deixe sua opinião.