Steve Jobs e seu passado de drogas, hacks e mais, segundo o FBI

Share

No início deste ano, o FBI divulgou detalhes de uma investigação sobre Steve Jobs, e agora o site Wired divulgou um novo documento do Departamento de Defesa e do FBI, que revela informações sobre seus passado “mais remoto”.

O documento foi elaborado em algum momento durante a década de 1980, e era parte de uma investigação para dar a Steve Jobs um certificado de segurança Top Secret. No documento é abordado diversos entremeios da história do grande gênio da tecnologia, como a preocupação de que sua filha pudesse ser sequestrados afim extorquirem seu dinheiro, seu uso de drogas nos anos 70, uma prisão em 1975 por não ter pago uma multa de trânsito quando dirigia em alta velocidade e mais.

Ainda é citada a adolescência de Jobs com Steve Wozniak, onde os dois construíram e venderam caixas azuis (Blue Box), que tornavam possível fazer chamadas telefônicas de longa distância gratuitamente, além do temperamento “instável” do grande gênio por trás da Apple.

Confira neste link a matéria completa.

Quer continuar por dentro das novidades do Blog Seja Livre? Siga o nosso perfil no TWITTER, curta a nossa página no FACEBOOK ou adicione o Blog Seja Livre nos seus círculos do GOOGLE+.