Rumores: o Android 5.0 pode falir o Windows 8

Share

O mistério em torno do Android 5.0 está se aprofundando. Os boatos são abundantes e indicam que o Android pode representar uma verdadeira ameaça ao Windows 8 da Microsoft, que também devem chegar ao mercado ainda este ano.

Um blogueiro russo Eldar Murtazin está afirmando que o Google pode introduzir um novo conceito no Android 5.0 que permitirá executá-lo perfeitamente em desktops (como se fosse um OS criado para tal).

Pode haver alguma possibilidade nisso… a Motorola desenvolveu uma tecnologia chamada Webtop OS, que permite ao usuário conectar seu telefone em uma tela grande. Não é simplesmente mostrar a tela do telefone em uma tela grande, é uma tecnologia que otimiza a exibição para uma tela maior. Com a aquisição da Motorola pelo Google, não há dúvida de que isso se tornará uma característica do Android. Isto também significa que o Android pode agora ser também utilizado de forma otimizada em desktops. Muitos netbooks da Acer vem com Android pré-instalado. O Asus Transformer já provou que o Android pode ser muito bem sucedido como um OS de Desktop.

Por que o Android pode ter sucesso como um sistema operacional para desktops?
A ideia do Google é centrar-se no que os usuários precisam. Você pode muito facilmente rodar serviços como Netflix em seu Android e dispositivos ChromeOS. Você tem mais de 387,830 aplicativos no Market Android, os quais praticamente cobrem a maior parte do que um usuário necessita. Se o Android se tornar um sistema operacional de desktop, os desenvolvedores de aplicativos terão um enorme mercado em vista.

Por que o Android seria uma ameaça para o Windows e não para as distribuições Linux?

Não é novidade, mas os usuários Linux gostam e são apaixonados pelo seu sistema operacional. Todos nós sabemos que ainda existem muitas dificuldades no nosso universo, porém não pensamos em desistir e voltar para o Windows apenas por que não conseguimos rodar uma determinada aplicação. Até por que, com certeza virá alguém e conseguirá fazer funcionar, cedo ou tarde. Diferente dos usuários do Windows, que simplesmente usam o Windows por que todos usam. A grande maioria não liga pro sistema operacional que está usando, liga apenas para a compatibilidade dele com as suas necessidades… aí que entra o Android.

No entanto, tudo isso ainda é rumor… e continuará sendo até que o Google faça algum anúncio oficial. Porém uma coisa é certa: se nós estamos pensando nestas possibilidades, com certeza o Google já pensou antes.

 

Quer continuar por dentro das novidades do Blog Seja Livre? Siga o nosso perfil no TWITTER, curta a nossa página no FACEBOOK ou adicione o Blog Seja Livre nos seus círculos do GOOGLE+.