Review do Firefox OS: o concorrente do Android feito pela Mozilla

Share

Com certeza vocês já devem ter ouvido falar sobre o Firefox OS, o mais novo SO para dispositivos móveis desenvolvido pela Mozilla. Inclusive nós já comentamos sobre ele algumas vezes aqui no Seja Livre.

Anteriormente chamado de Boot2Gecko, o Firefox OS está chegando de mansinho com o objetivo de desbancar o Android do Google… seria muita pretensão?

Um dos objetivos do projeto é dar aos usuários o que o Android não dá (pelo menos nas versões não “rootadas” e nas ROMs customizadas, ou seja, em versões originais do Android disponibilizadas pelas operadoras de celular): a liberdade de fazer o que você realmente quer com seu gadget (o que pra nós usuários Linux é fundamental).

Por ser um amante do Android, além de fã dos produtos do Google, decidi fazer este review para compartilhar com vocês as minhas impressões sobre o Firefox OS (que diga-se de passagem, me surpreendeu), pois queria ver de perto se o Firefox OS era páreo para o Android.

Mas o Firefox OS já está disponível para smartphones?

Oficialmente não. A Mozilla lançou um vídeo dele rodando em um smart da ZTE mas ainda não liberou nenhuma ROM para testes em gadgets. A novidade é que a alguns dias atrás a Mozilla liberou, após a atualização do Firefox pra versão 17, um ambiente de testes e desenvolvimento do Firefox OS que roda diretamente no browser da Mozilla!

Para baixar é simples: acesse esta página e faça o download do arquivo .xpi (padrão de extensões do browser Firefox). Após o download, abra seu navegador e vá até “Ferramentas” >> “Complementos”, e arraste o arquivo baixado até lá. Aceite a instalação e pronto. O Firefox OS Alpha estará disponível no seu browser em “Ferramentas” >> “Desenvolvedor Web” >> “Firefox OS Simulator”

E para carregar o simulador, clique no botão “Stopped”

Tela inicial do Firefox OS

Como você pôde reparar ele é bem parecido com a interface do Android, porém com um visual mais detalhista e refinado (comparando-o ao Android 4.0 e principalmente ao 2.2).

Segue alguns screenshots que fiz:

Tela de discagem e de criação de mensagens
Market Place (o market de apps do Firefox OS) e o Maps, que inclusive marca a localização real!
Menu de aplicativos instalados e a tela de configurações

É só isso?

Claro que não! Lembra que eu falei no começo do artigo que o Firefox OS Simulator também era um ambiente de desenvolvimento? Então, você pode ficar totalmente livre e a vontade pra criar seus próprios Apps e lançá-los no Firefox Market Place. Não sabe por onde começar? Nos links abaixo tem as informações necessárias que você vai precisar para você começar a desenvolver:

Outra coisa bastante interessante no Simulator é a possibilidade de instalar Apps do Market Place. O único ponto fraco é que, apesar de ter o Market Place no Firefox OS simulado, você tem que baixar os Apps do Market Place Web e instalá-los manualmente no Firefox OS.

Veja abaixo como fazer:

1º – O primeiro passo é entrar no Firefox Market Place web, através do seu browser, neste link e baixar o App que quiser. No meu caso eu baixei a Wikipédia, clicando no link do GitHub disponível na página:

2º – Abrir seu Firefox OS Simulator, clicar em “Add Directory” e selecionar o arquivo “manifest” do App que você baixou pelo GitHub. (Baixe todos os arquivos do App no Git, não só o manifest. Após baixá-los, mantenha a integridade da estrutura de diretórios do App)

4º – Após selecionar o manifest o Simulador irá ser carregado. Procure o ícone do App que deseja instalar no menu, clique nele, selecione o arquivo “instal.html” e clique em “Install Wikipédia” (ou o App que você está instalando).

Ache o App a ser instalado
Clique em “install.html”
Clique no botão de instalação do App

5º – Aceite a instalação e abra seu App :)

Bom pessoal, é isso ai. Espero que tenham gostado do review. Não se esqueçam que, por se tratar de uma versão Alpha, a probabilidade de se encontrar bugs é bem grande… mas fique frio, dá pra brincar bastante :)

Por favor, comentem o que acharam!

Agradecimentos ao nosso leitor Luiz Felipe que solicitou o review.

Quer continuar por dentro das novidades do Blog Seja Livre? Siga o nosso perfil no TWITTER, curta a nossa página no FACEBOOK ou adicione o Blog Seja Livre nos seus círculos do GOOGLE+.