Para Shuttleworth, o Ubuntu não pode fazer nada por quem se acha descolado demais para usar o Unity

Share

O Unity certamente não foi uma unanimidade entre o público do Ubuntu, mas além das pessoas que gostavam da distribuição mas não apreciaram a sua mudança para o Unity, aparentemente há outro grupo que se acha descolado demais para usar algo tão legal, e por estes o fundador da distribuição avisou, na sua participação de ontem no Ubuntu Developer Summit, que o projeto não pode fazer nada. E dá a impressão de que não pode, mesmo.

Ele ainda tratou da questão de outro grupo de pessoas e de um conjunto de sistemas, dizendo que acredita ser um mito que os usuários avançados não gostam e não estão interessados em usabilidade e em facilidade de uso.

Embora conheça usuários que repelem a ideia de facilidade de uso, acho que não ouvi falar neste mito assim, de maneira tão genérica – mas se alguém afirma mesmo que usuários avançados não gostam e não estão interessados em usabilidade e em facilidade de uso, eu acredito que estará mesmo equivocado, ou generalizando a partir de algum subconjunto específico de usuários avançados. Pessoalmente acredito que boa parte dos usuários avançados valoriza tanto a usabilidade quanto a facilidade de uso, e são capazes até mesmo de trocar de ambiente operacional em nome destes valores, e de componentes como a consistência, ou a estabilidade.

A matéria do Datamation apresenta mais alguns detalhes da participação shuttleworthiana, inclusive sua manifestação de que seria bom ter Linus Torvalds participando dos testes de usabilidade do sistema.

 

(via datamation.com – “Shuttleworth: Linux Power Users Aren’t too Cool for Unity – Datamation”)

———————-
Fonte: Br-Linux

 

——————–
# [penelope_c]
# :|

Quer continuar por dentro das novidades do Blog Seja Livre? Siga o nosso perfil no TWITTER, curta a nossa página no FACEBOOK ou adicione o Blog Seja Livre nos seus círculos do GOOGLE+.