O futuro da comunicação e do mobile marketing

Share

No mundo, existem mais telefones celulares que televisores e a tecnologia mobile cresce mais rápido que a internet. Assim, o celular se torna o companheiro inseparável das pessoas e o meio mais prático e eficiente, logo mais usado, na hora de fazer pesquisas, compras ou para o entretenimento. Com este avanço, as empresas alcançaram novos mecanismos de se aproximar dos clientes, por meio de uma comunicação mais rápida e competente.

Na esfera do marketing o celular é a nova ferramenta para promoções, ações de incentivo, comunicação entre fornecedor e consumidor. Quando se opta por uma comunicação mobile é a oportunidade de falar com a massa, porque segundo pesquisa da Google estima-se que no Brasil existam 40 milhões de consumidores multitelas, ou seja, que possuem TV, computador e smartphone. Além da agilidade, a possibilidade multimídia do telefone móvel é um benefício para as empresas no momento de conquistar o cliente.

Para atender de maneira eficaz o público através da internet, as empresas precisam em primeiro lugar pensar em um site com o design responsivo. Apenas com observação percebemos que não importa o lugar, seja em bares, restaurantes, nas ruas, no transporte, as pessoas estão sempre conectadas ao celular. E para garantir uma experiência agradável em um site, é importante que ele seja adaptado para as diferentes plataformas. Na maioria das vezes as pessoas podem esperar chegar em casa para fazer uma compra, mas antes podem pesquisar pelo celular e se a navegação mobile não for eficiente, pode frustrar o usuário e fazer com que ele migre para outra página. Neste caso, há 40% de chances do cliente ir para o concorrente, além de não retornarem a um site que tiveram problemas em acessar, como você pode conferir no infográfico.

Clique na imagem para ver o infográfico completo
Clique na imagem para ver o infográfico completo

As corporações também ganham maior fidelização quando oferecem um aplicativo mobile, que facilita a interação com o cliente e amplia o oferecimento de serviços. Além de serem ferramentas seguras, garantem comodidade para o usuário. A empresa pode enviar as Notificações Push com avisos de novidades de produtos e serviços, eventos, promoções e outros dados que fazem com que o cliente não esqueça a marca.

Com as pessoas consumindo cada vez mais tecnologia, as empresas precisam acompanhar a tendência do mercado. Como é o caso da Psafe que para se adequar a nova demanda passou a oferecer pacotes de antivírus para plataformas mobile, além do antivírus para sistemas de computadores. De maneira a suprir a necessidade do consumidor. O mercado editorial é outro setor que mostra clara adaptação, a indústria gráfica oferece milhares de livros na versão E-book.

E as recomendações que antigamente eram feitas boca a boca quando você gostava de um serviço e queria compartilhar com os amigos, hoje pode ser feita de forma mais rápida e viral. Quando o cliente gosta dos mecanismos que a empresa tem a oferecer, ele indica para outras pessoas. Bancos, lojas de varejo, prestadores de serviços e outros oferecem alternativas mobile. A Unilever, por exemplo, é uma marca que investe no marketing digital, foi uma das primeiras a utilizar a plataforma iAd, ferramenta móvel de publicidade da Apple, e ainda alcançou bons resultados através de outras ações online. O vídeo “Dove Evolution” feito para internet foi o segundo mais acessado no mundo 2009.

O mobile marketing não é mais uma alternativa para o futuro, e sim, uma necessidade no presente. As marcas conseguem interagir com os consumidores de maneira mais intima e significativa. E quando é possível gerar uma experiência gratificante dentro de alguma plataforma da empresa, o cliente se sente mais confortável e valorizado. Com os aplicativos, sites responsivos e outras alternativas para mobile é mais fácil de alcançar esse reconhecimento.

Artigo enviado por Henrique Vieira, estudante de Comunicação Social na Belas Artes de São Paulo