nVidia suspende suporte ao Linux à algumas placas de vídeo

Share

A relação entre o Linux e nVidia sempre foi muito tempestuosa. A empresa sempre alegou que apoia sistemas Operacionais Linux, porém nem todas as placas de vídeo que ela produz tem suporte a Linux. O próprio Linus Torvalds, após assistir “várias demonstrações de carinho” da nVidia com o Linux, já declarou publicamente “seu amor” por ela (rs).

Pra esquentar ainda mais os ânimos dessa relação, o blog americano Phoronix divulgou uma notícia estarrecedora, onde afirma que a nVidia decidiu suspender o suporte ao Linux para algumas de suas GPUs, incluindo a GeForce (séries 6 e 7).

Isso ainda não foi oficializado pela nVidia em outros meios de comunicação, porém Michel Larabel, do Phoronix, recebeu esta confirmação da própria empresa, através de Doelfel Hardy, diretor de Linux da nVidia. O texto está transcrito abaixo e você pode ler na íntegra aqui:

Michael, você está correto. Eu irei postar um anúncio oficial nos próximos dias, porém o driver 304 é último lançamento da nVidia para algumas placas, incluindo as GeForce 6/7.

Mas o que isso quer dizer na prática?

Bom, se você já possui a última atualização dos drivers da nVidia, a sua placa continuará funcionando normalmente. Se você não atualizou, atualize e continue desfrutando do seu hardware. O que irá ocorrer na prática é que novas atualizações e novas implementações não irão chegar mais para Sistemas Operacionais Linux, apesar da nVidia ter confirmado manter as atualizações de segurança para seus drivers.

Esta poderia ser uma boa notícia para todos os adeptos e desenvolvedores de drivers de gráficos Open Source Nouveau, porém os drivers da nVidia são fechados e proprietários, deixando aos desenvolvedores de drivers somente a opção da Engenharia Reversa, o que poderia ser encarado (dependendo da aplicação e da forma como a empresa enxergue) como pirataria.

Quer continuar por dentro das novidades do Blog Seja Livre? Siga o nosso perfil no TWITTER, curta a nossa página no FACEBOOK ou adicione o Blog Seja Livre nos seus círculos do GOOGLE+.