Novidades confirmadas para o kernel 3.11: “Linux for Workgroups”

Share

Pra quem não sabe, o kernel Linux 3.11 será uma “homenagem” (irônica, claro) ao saudoso Windows 3.11, que inclusive já está sendo apresentado na internet como uma imagem de um Tux segurando uma bandeira com o logo que o Windows usava na época da versão 3.x.

Além dos recursos de gerenciamento de energia experimentais para as GPUs Radeon que devem ser ativados manualmente através de parâmetros do driver de kernel radeon “dpm=1”, o novo kernel também suportará a tecnologia Rapid Start da Intel – uma tecnologia que pode ser encontrada principalmente em notebooks com SSDs e chipsets Intel e que, em certas condições, permite que o firmware possa iniciar rapidamente em um sistema Suspend-to-RAM, a fim de transferi-lo para Suspend-to-Disk.

O 3.11-rc1 virá com suporte ao sistema de arquivos para cloud Lustre (os desenvolvedores ainda não estão satisfeitos com os resultados do Lustre no Linux e talvez isso demore até ser realmente implementado), suporte ao compressor de áreas de troca Zswap, que já está praticamente pronto no 3.11, e suporte aos sistemas de visualização KVM e Xen para processadores ARM64

O kernel Linux 3.11: “Linux for Workgroups” deverá ler lançado oficialmente nas primeiras semanas de setembro.

Com informações daqui

Quer continuar por dentro das novidades do Blog Seja Livre? Siga o nosso perfil no TWITTER, curta a nossa página no FACEBOOK ou adicione o Blog Seja Livre nos seus círculos do GOOGLE+.