Monitorando seu desempenho com Nmon

Share

Neste tutorial iremos abordar o uso do nmon para monitoramento de dados de desempenho no modo interativo ou em modo de captura.

O nmon é um binário livre, disponibilizado pela IBM para análise de performance de servidores AIX e está presente nos repositórios das principais distribuições Linux. 

 

 

Ele pode exibir ou capturar os dados de desempenho a seguir:

 

  • Utilização da CPU
  • Uso de memória
  • Estatísticas do kernel e da fila de execução
  • I/O de discos, taxas de transferências e de leitura/gravação
  • Tamanho de arquivos e espaço livre em disco
  • Detalhes da máquina, CPU e especificação de SO
  • Dentre outros.

lista de referências

Instalação

Para instalar o Nmon no Ubuntu ou Debian, use o seguinte comando

# apt-get install nmon

usando nmon

Execute o comando nmon com a opção -h para obter a ajuda.

modo interativo

Execute o comando nmon como um usuário comum (não é necessário ser root para executar!), e selecione as informações de desempenho que você deseja exibir sobre a ferramenta nmon, com as seguintes chaves.

 

h = Online help information
r = Machine type, machine name, cache details and OS version + LPAR
c = CPU by processor stats with bar graphs
l = long term CPU (over 75 snapshots) with bar graphs
m = Memory stats
L = Huge memory page stats
V = Virtual Memory and Swap stats
k = Kernel Internal stats
n = Network stats and errors
N = NFS Network File System
d = Disk I/O Graphs
D = Disk I/O Stats
o = Disk I/O Map (one character per disk showing how busy it is)
o = User Defined Disk Groups
j = File Systems
t = Top Process stats use 1,3,4,5 to select the data & order
u = Top Process full command details
v = Verbose mode – tries to make recommendations
b = black and white mode (or use -b option)
. = minimum mode i.e. only busy disks and processes

key — Other Controls —
+ = double the screen refresh time
– = halves the screen refresh time
q = quit (also x, e or control-C)
0 = reset peak counts to zero (peak = “>”)
space = refresh screen now

Saiba mais sobre o nmon neste link