Linus Torvalds: “por que que o Linux não é tão competitivo no desktop”?

Share
Linus Torvalds, recentemente deu uma palestra em uma universidade da Finlândia (o mesmo evento que ele educadamente mandou a Nvidia se F****), onde foi perguntado sobre “o por que do Linux não ser tão competitivo no mercado de desktops”.

A pessoa que levantou esse questionamento aproveitou e comparou o “sucesso” do Linux no mercado móvel, e Linus, aproveitando o gancho, explicou:

“O Linux não reflete uma grande fatia no mercado de desktops, assim como o Android reflete no mercado mobile, por que o Linux, na maioria esmagadora das vezes, não vem pré instalado na máquina das pessoas. O Android é o sucesso que é, por que já vem pré instalado nos dispositivos móveis. O Windows é a grande fatia do mercado por que ele já vem instalado nos PCs, e a maioria das pessoas não querem saber de tirar o SO que veio na máquina que ela comprou pra instalar outro, mesmo que ele seja melhor.”

Linus abordou um ponto realmente interessante, porém, no meu ponte de vista, não enxergo muito o que ele falou. Aqui no Brasil, por exemplo, é muito comum um usuário comprar um PC com um “Linux tabajara” e ir correndo em um “técnico de informática” pra instalar o Windows (e geralmente é o XP, rs). Eu creio que o motivo principal seja a “propaganda” do Linux, a difusão de informação aos usuários comuns. É muito mais cultural do que questão de opção do usuário. Muita gente nem sabe que existem outros Sistemas Operacionais além do Windows. Neste ponto (quer queira quer não) o Ubuntu foi, e tem sido, o precursor em “colocar a cara pra fora da comunidade”.

Eu já ouvi gente dizer que usa Windows, acha o Ubuntu “bonitinho”, mas não gosta do Linux… ou seja, o cara nem sabe que o Ubuntu é Linux. Nos últimos tempos o Linux tem “abocanhado uma fatia expressiva do mercado de PCs” (isso em relação ao que era a um tempo atrás), porém sinceramente, se não começarmos a “evangelizar” mais pessoas, será um pouco difícil de crescer…

Linus Torvalds, o criador do kernel Linux

Quer continuar por dentro das novidades do Blog Seja Livre? Siga o nosso perfil no TWITTER, curta a nossa página no FACEBOOK ou adicione o Blog Seja Livre nos seus círculos do GOOGLE+.