LibreOffice 3.5.5 foi liberado com novidades

Share

A nova versão do LibreOffice (3.5.5) acaba de ser lançada pela The Document Foundation. Esta versão é focada principalmente na correção de diversos bugs da suíte de escritório, porém implementa algumas novidades.

Algumas melhorias como aumento de velocidade no carregamento de diversos documentos ao mesmo tempo, e otimizações na importação de documentos de outras suítes de escritório, como o Microsoft Office por exemplo, além de uma maior estabilidade, podem ser notadas nesta nova versão do LibreOffice.

Instalação

Se você usa o Ubuntu, pode realizar a instalação do LibreOffice 3.5.5 através do repositório PPA descrito abaixo (Ubuntu 12.04 e 11.10):

sudo add-apt-repository ppa:libreoffice/ppa
sudo apt-get update
sudo apt-get install libreoffice libreoffice-gnome

Para a instalação em outras distribuições (ou outros Sistemas Operacionais), vá neste link, escolha o padrão de pacotes para sua distribuição (.deb ou .rpm, ou ainda o código fonte), a linguagem e faça o download da versão 3.5.5. Após o download abra o terminal e execute os comandos abaixo (dependendo da sua distro):

Fedora, OpenSUSE ou Mandriva

    1. Após baixar o arquivo com os pacotes de instalação, utilize o Nautilus para descompactá-lo em um diretório a sua escolha (seu diretório da Área de Trabalho, por exemplo). Após descompactá-lo, você verá que os pacotes estarão dentro de um diretório chamado LibO_*. Abra uma janela do gerenciador de arquivos Nautilus, e entre nesse diretório.
    2. O diretório contém um subdiretório chamado RPMS. Entre nele.
    3. Clique com o botão direito do mouse dentro do diretório RPMS e escolha a opção “Abrir em um terminal”. Uma janela do terminal será aberta. Nessa janela, digite o seguinte comando (o sistema pedirá uma senha de um usuário com direitos administrativos para executar esse comando):
        • Para sistemas baseados no Fedora:

      su -c ‘yum install *.rpm’

        • Para sistemas baseados no Mandriva, digite os seguintes comandos (digite sua senha de administrador quando solicitado):

      su
      seguido de:
      urpmi *.rpm

        • Para outros sistemas baseados em pacotes RPM (Suse, etc.):

      su rpm -Uvh *.rpm

    1. Os comandos acima fazem a primeira parte do processo de instalação. Para completar o processo, você também precisará dos pacotes para integração com o Ambiente de Trabalho. Para instalá-los, mude para o diretório desktop-integration, dentro do diretório RPMS, utilizando o seguinte comando:

cd desktop-integration

    1. Agora rode novamente o comando de instalação:
        • Se você possui um sistema baseado no Fedora, execute este comando:

      su -c ‘yum install libreoffice3.3-redhat-menus-3.3-1.noarch.rpm’

        • Se você possui um sistema baseado no Suse, execute este comando:

      su -c ‘rpm -Uvh install libreoffice3.3-suse-menus-3.3-1.noarch.rpm’

      • Se você possui um sistema baseado no Mandriva, execute os seguintes comandos (entre com sua senha de administrador quando solicitado):

su

Em seguida, execute este comando:
urpmi libreoffice3.3-mandriva-menus-3.3-1.noarch.rpm

O processo de instalação agora está completo, e você deve ter os ícones para todos os aplicativos do LibreOffice no seu menu Aplicativos/Escritório.

Para Debian e sistemas Debian-Like

    1. Após baixar o arquivo com os pacotes de instalação, utilize o Nautilus para descompactá-lo em um diretório a sua escolha (seu diretório da Área de Trabalho, por exemplo). Após descompactá-lo, você verá que os pacotes estarão dentro de um diretório chamado LibO*. Abra uma janela do gerenciador de arquivos Nautilus, e entre nesse diretório.
    2. O diretório contém um subdiretório chamado DEBS. Entre nele.
    3. Clique com o botão direito do mouse dentro do diretório DEBS e escolha a opção “Abrir em um terminal”. Uma janela do termianl será aberta. Nessa janela, digite o seguinte comando (o sistema pedirá uma senha de um usuário com direitos administrativos para executar esse comando):

sudo dpkg -i *.deb

    1. comando dpkg faz a primeira parte do processo de instalação. Para completar o processo, você também precisará dos pacotes para integração com o Ambiente de Trabalho. Para instalá-los, mude para o diretório desktop-integration, dentro do diretório DEBS, utilizando o seguinte comando:

cd desktop-integration

    1. Agora, rode novamente o comando dpkg:

sudo dpkg -i *.deb
O processo de instalação agora está completo, e você deve ter os ícones para todos os aplicativos do LibreOffice no seu menu Aplicativos/Escritório.

Quer continuar por dentro das novidades do Blog Seja Livre? Siga o nosso perfil no TWITTER, curta a nossa página no FACEBOOK ou adicione o Blog Seja Livre nos seus círculos do GOOGLE+.