Instalando o Wunderlist no Ubuntu: excelente gerenciador de tarefas

Share

Wunderlist é um gerenciador de tarefas maravilhoso, e está disponível para Windows, Linux, Mac OSX, iOS e Android. Suporta sincronização de tarefas, compartilhamento de listas com amigos e colegas e muito mais.

O aplicativo está disponível na Central de Programas para Ubuntu 10.10 e 11.04, mas está faltando para o Ubuntu 11.10 e 12.04 . Isso porque Wunderlist ainda não é compatível com essas versões do Ubuntu, mas pode ser instalado manualmente usando alguns ajustes.

Para torná-lo mais fácil de instalar no Ubuntu 11.10 e 12.04, o site webup8 criou um script que faz tudo que você precisa para executá-lo (em 32 bits e 64 bits).

O script cria links simbólicos para versões mais antigas de algumas bibliotecas e cria um atalho na área de trabalho, deixando o Wunderlist no seu dash (Unity) ou no seu Menu (Gnome3).
Em primeiro lugar, baixe Wunderlist para Linux (certifique-se que você selecionou a arquitetura correta. O link de download padrão é de 64 bits), extraia e copie para seu diretório /opt. Não renomeie a pasta do Wunderlist, se não o script não vai funcionar!
Se você extraiu o Wunderlist em seu diretório home, você pode movê-lo para /opt usando o seguinte comando:

cd 

sudo mv Wunderlist-1.2.4/ /opt/

Agora, baixe o script e execute-o:

cd 

wget http://webupd8.googlecode.com/files/wunder-0.1.tar.gz tar -xvf wunder-0.1.tar.gz

cd ~/wunder 

./wunderinstall

Pronto, agora é só procurá-lo em Menu >> Aplicativos (Gnome3) ou no Dash, por “Wunderlist” (Unity).
Nota: o script foi testado no Ubuntu 11.10 e 12.04, em instalações novas e sem customização. O script tenta instalar algumas dependências do Wunderlist, que deve ser suficiente para uma instalação do Ubuntu, mas se você estiver rodando o Xubuntu, etc, ou se você tiver removido alguns dos pacotes padrão, pode haver algumas dependências que estão faltando.

Quer continuar por dentro das novidades do Blog Seja Livre? Siga o nosso perfil no TWITTER, curta a nossa página no FACEBOOK ou adicione o Blog Seja Livre nos seus círculos do GOOGLE+.