Instalando o Vindula 1.1 no Ubuntu 12.04 via terminal

Share

Como já temos comentado aqui no Seja Livre, o Vindula é uma solução totalmente brasileira de Intranet Open Source. Com ele, você consegue criar um ambiente de Intranet para sua empresa, escola, organização, etc, totalmente completo, com suporte a criação e edição de páginas, perfil de usuários e departamentos, help desk e muito mais, sem precisar saber praticamente nada de programação web.

Nesta dica, você aprenderá como instalar o Vindula 1.1 no Ubuntu 12.04 via terminal de comandos.

Instalando dependências

Antes de instalar o Vindula, deve-se instalar as dependências necessárias.

$ sudo apt-get install gcc g++ make build-essential libjpeg-dev libpng12-dev subversion mercurial zlib1g-dev
$ sudo apt-get install libc6-dev python-setuptools python-virtualenv pkg-config libpcre3-dev libssl-dev
$ sudo apt-get install python-openssl python-dev python-ldap  python-dev python-dateutil python-lxml
$ sudo apt-get install python-lxml libxml2 libxml2-dev libxslt-dev libncurses5 libncurses5-dev ruby rubygems
$ sudo apt-get install mysql-server libmysqlclient-dev libmysqld-dev libsqlite3-dev libsasl2-dev git-core
$ sudo apt-get install graphicsmagick ghostscript poppler-utils tesseract-ocr openoffice.org libldap2-dev
$ sudo gem install docsplit

Criando usuário Vindula

Para dar continuidade a instalação um usuário de máquina será criado, desta forma este usuário terá totais privilégios.

Crie o usuário vindula com o comando.

$ sudo adduser vindula

Defina uma senha para o usuário.

Após instaladas as dependências acesse o diretório /opt que é utilizado como padrão de instalação para o Vindula.

$ cd /opt
$ sudo mkdir vindula1.1 python2.6

Troca-se as permissões dos diretórios para o usuário vindula criado anteriormente.

$ sudo chown vindula:vindula vindula1.1 python2.6

Continue a instalação com o usuário vindula.

$ su vindula

Instalando Python

O Vindula 1.1 utiliza a versão 2.6 do Python, execute o procedimento abaixo para instalar.

$ git clone git://github.com/vindula/buildout.python.git python2.6
$ cd python2.6
$ python bootstrap-1.4.4.py
$ ./bin/buildout -v

Criando Virtualenv

O Python virtualenv é utilizado para criar instalações Python isoladas da instalação do sistema na pasta do projeto, com isso é possível manter instalações de pacotes Python locais dedicados somente à aplicação e não vinculados ao sistema operacional, isso facilita a portabilidade da aplicação para outros sistemas.

Para criar um virtualenv com o python2.6 compilado use os comandos abaixo:

$ cd /opt/vindula1.1
$ /opt/python2.6/bin/virtualenv-2.6 –no-site-packages .

Extraia aqui o pacote com o código fonte do Vindula 1.1 obtido na sessão downloads.

$ tar xvf Vindula-1.1.tar.bz2

Acesse o diretório vindula e execute o arquivo bootstrap.py, lembrando-se que deve ser utilizado o Python do virtualenv e não o do sistema.

$ cd vindula
$ ../bin/python bootstrap.py
$ ./bin/buildout -vN

Durante o decorrer deste passo você sera questionado pela senha do usuário root, de sua base MySQL, para criação da base do Vindula.

Iniciando o Vindula

Execute o comando abaixo para iniciar a instância do Vindula.

$ ./bin/instance start

Via navegador web acesse o endereço http://localhost:8080/vindula ou http://endereço-ip:8080/vindula para acessar utilize os seguintes dados:

user: admin
pass: vindula

Matéria enviada por Jefferson Ramal

Quer continuar por dentro das novidades do Blog Seja Livre? Siga o nosso perfil no TWITTER, curta a nossa página no FACEBOOK ou adicione o Blog Seja Livre nos seus círculos do GOOGLE+.