Existe algum “cliente” do Google Drive para Linux? Sim! [Atualizado]

Share

Infelizmente o cliente oficial do Google Drive para Linux ainda não chegou, apesar do Google já ter anunciado que seu desenvolvimento está em andamento. Mas vamos ao que interessa: não existe alguma forma de usar um cliente do Google Drive para Linux? Sim, existe!

Um desenvolvedor italiano chamado Luca Invernizzi, baseando-se no projeto abandonado do Google Docs-Fs, criou um pacote para Ubuntu que permite criar um diretório na sua home e conectá-lo a sua conta do Google Drive. Essa não é uma implementação oficial e nem é a mais adequada, porém é o que nós usuários Linux temos no momento pra tentar emular um cliente do Drive.

Para instalar, abra um terminal e digite:

sudo add-apt-repository ppa:invernizzi/google-docs-fs
sudo apt-get update
sudo apt-get install google-docs-fs

Após isso, abra seu diretório pessoal e crie uma pasta lá com o nome que desejar (Ex.: Drive). Após isso, volte ao terminal e digite:

gmount nome_da_pasta_criada seu_usuario_do_gmail@gmail.com

Onde está nome_da_pasta_criada, digite o nome da pasta que você criou. E onde está seu_usuario_do_gmail, digite seu login do Gmail. Exemplo:

gmount Drive sejalivre.blog@gmail.com

Será solicitada sua senha de login no Google e, após isso, o diretório que você criou estará conectado a sua conta do Google Drive. Para salvar seus arquivos no Drive, arraste-os para pasta que criamos.

Um outro detalhe importante: por hora, essa implementação ainda não está funcionando no Ubuntu 12.04, somente no Ubuntu 11.10. Assim que atualizarem o pacote, iremos postar aqui no Seja Livre.

ATUALIZAÇÃO

O blog gringo WebUpd8.org, um dos mais especializados blogs sobre Ubuntu da web, publicou ontem uma outra “solução” ao Google Drive para Linux. Coloquei solução entre aspas de propósito, pois até o Google liberar de vez a versão cliente do Drive para Linux, as soluções que encontramos serão sempre gambiarras.

Vamos lá. Abra um terminal e digite:

sudo add-apt-repository ppa:nilarimogard/webupd8

sudo apt-get update

sudo apt-get install grive

Após isso, vamos criar o diretório (pasta) que usaremos para compartilhar os arquivos no Google Drive:

mkdir -p /home/$USER/grive

cd ~/grive

grive -a

Será mostrada uma URL no terminal. Copie-a e cole no seu navegador.

Na página recém-carregada, você será solicitado a dar permissão ao Grive de acessar seu Google Drive; depois clique em “Permitir acesso”. Um código de autenticação será exibido: copie o código e cole-o no terminal onde você executou o Grive.

Pronto. Agora toda vez que você desejar sincronizar o seu Drive com sua pasta local no “grive”, navegue até a pasta “grive” (passo 2) e execute o “grive” (desta vez sem o “-a”).

Para outras distribuições Linux , baixe os binários do Grive AQUI  ou pegue o código fonte.

Quer continuar por dentro das novidades do Blog Seja Livre? Siga o nosso perfil no TWITTER, curta a nossa página no FACEBOOK ou adicione o Blog Seja Livre nos seus círculos do GOOGLE+.