Dono do MegaUpload poderá voltar para sua casa

Share

O fundador do site Megaupload Kim Schmitz, mais conhecido por Kim Dotcom, acusado de ter montado uma das maiores redes mundiais de compartilhamento de arquivos sujeitos ao pagamento de direitos autorais, pode finalmente regressar à sua mansão de luxo, a norte de Auckland, na Nova Zelândia, depois que o tribunal “afrouxou” as suas condições de liberdade sob fiança.

O juiz considerou que Dotcom já não representa perigo de fuga, permitindo, por isso, a remoção dos dispositivos eletrônicos que o dono do Megaupload era obrigado a usar. Até agora ele estava instalado numa pequena casa, não longe da sua mansão, num subúrbio de Auckland.

Dotcom é acusado pelos EUA de ter causado centenas de milhões de dólares de prejuízos em direitos autorais e aguarda uma decisão sobre a sua eventual extradição para o país, a fim de ser julgado por pirataria de filmes, música, livros e software. Caso seja extraditado e condenado, poderá enfrentar muitos anos de prisão.

Dotcom, de origem alemã, foi detido na sua mansão em Janeiro e passou quatro semanas em detenção antes de ser libertado sob fiança. A decisão acerca da sua extradição está marcada para 20 de Agosto.

Quer continuar por dentro das novidades do Blog Seja Livre? Siga o nosso perfil no TWITTER, curta a nossa página no FACEBOOK ou adicione o Blog Seja Livre nos seus círculos do GOOGLE+.