#DicasLPI – 102.2 – Introdução aos gerenciadores de Inicialização

Share

Prosseguindo nos estudos, hoje abordaremos os gerenciadores de inicialização ou simplesmente os bootloaders.

Os gerenciadores de boot ou “de partida”, são programas que carregam o kernel do Linux e até permitem a escolha de um outro sistema operacional. Por diversas razões, é comum encontrar máquinas que possuem mais de um sistema operacional instalado (dual boot). Nestes casos, os gerenciadores de boot têm papel importantíssimo, pois cabe a eles a tarefa de permitir ao usuário o carregamento de um ou outro sistema. Ele desempenha o estágio intermediário entre o fim dos procedimentos do BIOS e o início do sistema operacional. Logo após finalizar os procedimentos básicos de diagnósticos da máquina, o BIOS aloca na memória os dados presentes na MBR do disco definido como dispositivo de boot.

A MBR (Master Boot Record – Registro mestre de Inicialização) ocupa o primeiro setor de um disco (512 bytes), sendo este primeiro contém a tabela de partições e o carregador de inicialização. Quando a MBR é carregada pelo BIOS, o gerenciador de inicialização lê as configurações (que podem estar gravadas no próprio MBR ou dentro de uma partição) e a partir delas carrega o kernel.

A Apple criou um sistema que substitui o BIOS denominado EFI (ou UEFI), e já o utiliza a algum tempo. Este sistema, além de permitir maiores configurações e opções de boot, inibe a instalação de um Sistema Operacional na máquina que não seja certificado ou autorizado pelo desenvolvedor do EFI.

Recentemente, a Microsoft e algumas outras empresas tem trabalhado para implementar este sistema nos hardwares em geral que são comercializados ao redor mundo, e inclusive algumas fabricantes já aderiram ao projeto, como a Lenovo e a Samsung. Para entender melhor esta tecnologia e o seu impacto nas distribuições Linux, consinto que leia este artigo.

No próximo capítulo iremos dar continuidade ao assunto e iniciaremos abordando sobre essa figura acima, ” O GRUB“, bootloader presente em grande parte das distribuições linux.

Sugestões, materiais e complementações referente ao assunto favor enviar no email ludolf@sejalivre.org