#Dicas LPI 103.2 – Processar fluxos de texto com o uso de filtros – Parte 2

Share

“Navegar é preciso senão… a rotina te cansa”, como diz uma música do rappa (mar de gente) partiremos para continuidade do assunto iniciado no post anterior.

uniq

Esse comando mostra o conteúdo. suprimindo linhas sequenciais repetidas. Utilizando a opção -u, mostra apenas as linhas que não se repetem.

cut

Imensamente utilizado em arquivos de script, corta (ou seja, exibe) colunas ou campos selecionados a partir de um ou mais arquivos. O arquivo-fonte não é modificado. Extremamente útil quando necessita um acesso rápido a um recorte vertical de um arquivo. Por padrão, os recortes são delimitados por um caracter tab.

Opções frequentemente utilizadas

-b list – Exibe os bytes nas posições list.

-c list – Exibe os caracteres nas colunas list.

-d delim – Define o delimitador de campos para -f.

-f list – Exibe os campos de list.

Exemplificando:

Visualizar os nomes de usuários (no primeiro campod delimitado por vírgula) de /etc/passwd:

# cut -d: -f1 /etc/passwd

paste

Concatena arquivos lado a lado, na forma de colunas:

# paste arquivo1.txt arquivo2.txt

join

Semelhante ao paste, entretanto trabalha especificando campos, no formato join -1 CAMPO -2

CAMPO <arquivo um> <arquivo dois>, sendo, CAMPO é o número indicando qual campo nos respectivos arquivos (primeiro e segundo) deve ser correlacionado. Por exemplo, relacionar as linhas de arq1 cujo primeiro campo (coluna 1) seja igual ao primeiro campo de arq2:

# join -1 1 -2 1 arq1 arq2

sort

Ordena alfabeticamente um lista de arquvios, utilizando a opção -n ordena numericamente, -r inverte o resultado.

fmt

Formata o texto com uma extensão especificada, preenchendo linhas e removendo caracteres de nova linha. Se forem especificados múltiplos arquivos na linha de comando, eles serão concatenados.

Opções interessantes na utilização do comando descrito acima:

-w : Indica o número de caracteres por linha;

-s: Quebra linhas grandes, mas não as preenche;

-u: Um espaço entre palavras e dois espaços entre sentenças;

pr

O comando pr imprime na tela o arquivo com paginação. Este comando formata um arquivo texto para uma saída paginada com cabeçalho, margens e largura definidos.

As opções mais utilizadas são:

-a : Exibe colunas no sentido horizontal;

-d : Expecifica espaçamento duplo;

-l n : Formata o número de linhas na página para o valor n;

-o n : Especifica o número de espaços da margem esquerda;

tr

Converte caracteres. Sua utilização difere-se dos comandos citados anteriormente, pois os mesmos utiliza como entrada padrão ou indicando um arquivo, o comando tr usa apenas a entrada padrão.

Exemplo, converter todas as letras minúsculas para maiúsculas:

# echo abc | tr ‘[a-z]’ ‘[A-Z]’

Com isso encerramos mais um objetivo, próximo post  iremos abordar sobre o Gerenciamento básico de arquivos.

Quer continuar por dentro das novidades do Blog Seja Livre? Siga o nosso perfil no TWITTER, curta a nossa página no FACEBOOK ou adicione o Blog Seja Livre nos seus círculos do GOOGLE+.