Canonical funda grupo de empresas mobiles para difundir o Ubuntu Touch

Share

A Canonical dá o primeira passo para tornar o Ubuntu Touch, a versão do SO Linux para Tablets e Smartphones, competitivo no mercado. Anunciado ontem, o Carrier Advisory Group (CAG) foi criado pela Canonical para alavancar a entrada do Ubuntu Touch no mercado mobile.

Após a “estabilização” do Ubuntu Touch, bem como do Mir (o novo servidor gráfico do Ubuntu) por parte da Comunidade e dos desenvolvedores da empresa, a Canonical decidiu investir corporativamente no projeto do Ubuntu Touch criando um grupo de empresas com 8 operadoras de telefonia móvel, afim de discutir/implementar temas como:

  • Diferenciação para OEMs e operadoras
  • Ecossistemas desenvolvedor e portabilidade de aplicações do Android e Blackberry
  • Padrões HTML5
  • Desempenho e compatibilidade
  • Marketplaces para aplicações, conteúdos e serviços
  • Modelos de compartilhamento de sources para os editores, os operadores e OEMs
  • Mecanismos de pagamento e publicidade
  • Fragmentação da plataforma
  • Consumidores e empresas, segmentos de mercado e posicionamento

Apesar de ser uma excelente notícia, nenhuma das empresas participantes está comprometida a lançar o Ubuntu em suas plataformas, nem ter exclusividade com o Ubuntu. A ideia da Canonical é criar um networking e apresentar as oportunidades de ser um parceiro de lançamento do Ubuntu Touch, bem como as inovações da plataforma frente as grandes marcas do mercado, como Apple e Android.

Sobre as participantes do grupo, temos:

  • Deutsche Telekom
  • Everything Everywhere (EE)
  • Korea Telecom
  • Telecom Italia
  • LG UPlus
  • Portugal Telecom
  • SK Telecom
  • Uma rede da Espanha que ainda não foi revelada (possivelmente a Telefónica)

cag

Com certeza ainda há muito a ser feito para que o Ubuntu Touch seja realmente competitivo com o Android e iOS, as principais plataformas móveis do mercado. Porém mostra que a Canonical está engajada com essa visão.

E ai, o que você acha? Será que no meio dessa “briga de cachorro grande” no mercado mobile o Ubuntu Touch teria lugar? Na sua opinião, novidades, beleza e usabilidade podem levar o Ubuntu Touch a este patamar ou será preciso uma empresa forte por trás do projeto, como aconteceu com o Android do Google?

Com informações de: OMG!Ubuntu e Ubuntued

Quer continuar por dentro das novidades do Blog Seja Livre? Siga o nosso perfil no TWITTER, curta a nossa página no FACEBOOK ou adicione o Blog Seja Livre nos seus círculos do GOOGLE+.