Campanha do Ubuntu Edge termina, mas sem sucesso

Share

A campanha chegou no seu final como a que mais conseguiu arrecadar, mas também a que mais deixou de arrecadar.

Mark Shuttleworth diz que apesar da falência da campanha, ainda há operadoras e fabricantes de celulares que estão definitivamente interessados em produzir telefones para o Ubuntu Touch – que não são super-potentes como seria o Ubuntu Edge.

O Edge teria 128GB de armazenamento, rodaria tanto Android quanto Ubuntu Mobile, e seria capaz de ser usado como um desktop. De acordo com Mark, este aparelho seria ideal para “as 25% das pessoas que compram um smartphone mas só o utilizam como um telefone” – mas a ideia do Edge, de servir como um computador de mesa, possivelmente ganharia as pessoas. (saiba aqui como iniciou a campanha)

Ubuntu Edge

É… foi bom enquanto durou…

Ao contrário da expectativa de Mark, a Bloomberg foi a única companhia que pôs uma boa quantidade de dinheiro no projeto ($80,000), e ia receber 115 unidades do Ubuntu Edge como compensação.

O Ubuntu Edge não sairá do papel, mas conseguiu atrair os olhos de muita gente. Foi publicado nos maiores sites de tecnologia, e isso é um ponto a favor.

Apesar de tudo, o Ubuntu Touch continuará sua caminhada para o mercado móvel, e sua versão 1.0 será lançada no final de Outubro, e a Canonical espera ter aparelhos rodando seu sistema até o ano que vem.

Fonte: http://linuxvlog.com.br/o-super-phone-edge-ficou-pra-tras-mas-ainda-teremos-ubuntu-movel/

Quer continuar por dentro das novidades do Blog Seja Livre? Siga o nosso perfil no TWITTER, curta a nossa página no FACEBOOK ou adicione o Blog Seja Livre nos seus círculos do GOOGLE+.