A Microsoft aparece pela primeira vez na lista dos 20 maiores contribuintes do Kernel Linux

Share

A Microsoft, a empresa cujo Wes Milles, seu Vice-Presidente de Pesquisas, disse a um tempo atrás que o “Linux não apresentava ameaça alguma”, é hoje uma dos 20 maiores contribuintes para o kernel Linux, segundo um novo relatório elaborado pela Linux Foundation. É a primeira vez que a Microsoft pareceu na lista, apesar dos primeiros lugares ainda serem da Red Hat, Novell, IBM e muitos outros.

A Microsoft subiu para 17 º lugar no ranking e, nas palavras da Linux Foundation, o motivo é ” que o Linux atingiu um estado de onipresença, em que tanto o mercado corporativo quanto o  móvel estão apostando no Linux, e a Microsoft está claramente trabalhando para se adaptar a isso“. A contribuição da Microsoft para o kernel Linux foi iniciada em 2009 em conjunto com a tecnologia de virtualização.

A Linux Foundation também acrescentou em seu relatório que ” mais de 75% de todo o desenvolvimento do kernel é comprovadamente feito por desenvolvedores que foram pagos por seu trabalho“.

Se você quiser visualizar o relatório completo, acesse este PDF.

Comentário

Até a Microsoft apareceu na lista dos 20 maiores contribuintes para o Kernel Linux, e a Canonical, empresa por trás da maior distribuição Linux, está aonde?