101.1 Identificar e editar configurações de hardware

Share

Neste primeiro artigo iremos abordar de forma sucinta aspectos relevantes a este tópico, bem como, ratificaremos nosso conhecimento com um exercício para podemos realizar uma verificação do aprendizado.

Introdução

Um aspecto relevante em um sistema operacional é a comunicação com o hardware da máquina. Antes de o sistema operacional ser carregado, a BIOS (Basic Input/ Output System, ou Sistema Básico de Entrada/Saída) identifica e realiza testes para verificar itens de hardware, tais como, processador, memória entre outros.

Inspeção de hardware

Existem duas formas para identificação de hardware :

– Comandos específicos;

– Arquivos.

Comandos para inspeção de hardware :

lspci – comando para inspeção de componentes conectados no barramento PCI;

lsusb – Visualizar dispositivos USB conectados na máquina.

lsmod – Lista os módulos carregados pelo sistema.

 

lspci

Dissecando:

A opção -s juntamente com o endereço do dispositivo PCI informa o modelo e a opção -v para fornecer uma listagem.

Executando o comando acima podemos obter detalhes relevantes em relação ao nosso dispositivo:

– Modelo da placa;

– Módulo utilizado;

– Dispositivo em uso;

lsmod

 

O lsmod é dividido em três colunas:

Module – Nome da colunda;

Size – Memória ocupada pelo dispositivo;

Used by – Módulos dependentes.

** Um detalhe interessante a ser observado:

Os módulos para o Linux cumprem a mesma finalidade que os Drivers para Windows, ou seja, o termo correto de um “driver” para linux seria Módulo.

 

Verificação de aprendizado

Qual o comando é utilizado para inspecionar o hardware geral do sistema ?

a) ls

b) dk -k

c) lspci

d) find

 

No próximo capítulo apresentamos a reposta e daremos continuidade ao tópico. Lembre – se sempre, aprendo, logo prático para massificar o conhecimento. Sugestões, materiais e complementações, favor mandar no email ludolf@sejalivre.org.

 

“Para cada mil talhos nas folhas do mal, há apenas uma raiz.”

Thoreau

 

Quer continuar por dentro das novidades do Blog Seja Livre? Siga o nosso perfil no TWITTER, curta a nossa página no FACEBOOK ou adicione o Blog Seja Livre nos seus círculos do GOOGLE+.