UFRGS mapeia aplicativos para aprendizagem em dispositivos móveis

Share
banner

Um projeto da Faculdade de Educação para auxiliar no aprendizado em sala de aula com ferramentas de tecnologia da informação ganhou reforço. O mapeamento de software livre para ensino, feito pelo professor Paulo Francisco Slomp e pelo estudante do curso de Matemática André Ferreira Machado, agora reúne também aplicativos para tablets e celulares.

A iniciativa disponibiliza à comunidade o resultado de um trabalho de coleta e sistematização de dados de mais de 300 programas que podem ser utilizados para promover a aprendizagem. A ideia é que professores, alunos e pais consultem a Tabela Dinâmica Software Educacional Livre para Dispositivos Móveis e verifiquem as ferramentas para celulares e tablets, que podem ser empregadas em sala de aula, para abordagem de diversas matérias, como Física, Geografia, Idiomas, Matemática, Química, entre outras.

Slomp explica que a listagem está organizada para que os usuários possam encontrar facilmente o que necessitam. “A tabela exibe inicialmente o ordenamento alfabético das áreas do conhecimento. Assim, professores de uma determinada disciplina poderão facilmente visualizar o objeto de seu interesse pela diferenciação das áreas por cores”, completa. Além disso, os interessados também podem reordenar os dados de outras maneiras: conforme a faixa etária dos alunos, de acordo com o nível de ensino – Educação Infantil, Anos Iniciais e Finais do Ensino Fundamental, Ensino Médio e Ensino Superior, por exemplo.

Software livre e colaboração social 

Para possibilitar a colaboração direta da comunidade, a Tabela Dinâmica Software Educacional Livre para Dispositivos Móveis está disponível em formato wiki na Internet. Deste modo, qualquer usuário que queira contribuir com o projeto pode adicionar novos programas à lista sem necessidade de pedir autorização aos idealizadores. “Professores, alunos, pais e demais internautas podem consultar as informações da tabela e podem também alterar seu conteúdo, corrigindo diretamente eventuais erros e imprecisões ou adicionando materiais”, explica o pesquisador. A licença do conteúdo é Creative Commons CC-BY-SA, que permite a republicação e trabalhos derivados.

Além disso, todas as ferramentas mapeadas pelo projeto são do tipo software livre, que tem como características fundamentais o fato de a licença disponibilizar o código fonte para que possa ser utilizado, estudado, modificado e redistribuído pelos usuários. As principais licenças são GNU/GPL, BSD, MIT e Apache. Outra vantagem é que 99% dos aplicativos livres são gratuitos, o que também contribui para a democratização desses recursos.

Vários idiomas

Para expandir o trabalho a comunidades de outros países, versões da tabela em outras línguas estão sendo disponibilizadas. Acesse em inglês, em espanhol, em francês, em italiano e em português europeu.

Evento de lançamento

O lançamento da nova etapa do projeto será realizado em palestra nesta terça-feira, 8 de março, às 14 horas, na Faculdade de Educação, sala 304. O evento é gratuito e aberto ao público, sem necessidade de inscrições prévias. A tabela dinâmica é parte integrante do projeto Software Educacional Livre para Dispositivos Móveis e foi realizado com o apoio do edital 21 da Secretaria de Educação a Distância (SEAD/UFRGS).

Fonte

PUBLICIDADE


Quer continuar por dentro das novidades do Blog Seja Livre? Siga o nosso perfil no TWITTER, curta a nossa página no FACEBOOK ou adicione o Blog Seja Livre nos seus círculos do GOOGLE+.

Sobre o Autor

Blogueiro, fundador do Blog Seja Livre, Nerd inveterado, louco por Linux e músico nas horas vagas. Atualmente é o Editor Chefe, Consultor de SEO e Webdesign do Seja Livre, e possui algumas certificações em Linux e Administração de Redes.