Telefonemas: uma forma desatualizada de comunicação?

Share
banner

Novas formas de comunicação online surgem de forma tão rápida que determinadas opções importantes usadas durante anos, já podem ser consideradas obsoletas. Uma delas é o telefone. Desde a sua invenção, considerada um marco na história da comunicação, jamais se cogitou que fosse substituído.

Com a era dos computadores e a chegada da internet isso já é fato. Hoje as pessoas se comunicam via Skype, WhatsApp, redes sociais e aplicativos, e as únicas chances do aparelho de linha é fazer parte de um museu. Em seu lugar estão os smartphones, telefones celulares conectados à internet que permitem resolver quase todos os itens do cotidiano.

A última tendência que chegou forte são os apps para os aparelhos móveis. Através deles podemos resolver a nossa locomoção, as compras, a alimentação e uma infinidade de tarefas que antes consumiam mais tempo, inclusive se tentássemos um serviço por telefone comum.

Pesquisas recentes do aplicativo de comida PedidosJá, realizadas no Distrito Federal, confirmam um aumento de 52% no delivery de comida online, apenas no primeiro semestre de 2016. É uma taxa bastante significativa para um curto espaço de tempo. Não é para menos, o tempo que se demorava para conseguir um atendimento para um pedido de comida através de um telefone de linha era enorme.

O cliente tinha poucas opções, geralmente consultadas num catálogo, e quando conseguia se atendido pelo restaurante, às vezes não faziam a entrega naquele endereço. Outras vezes, o cliente ficava horas resolvendo o pedido, o preço, a forma de pagamento, etc. Era realmente um teste de paciência. Hoje, a eficiência de apps resolve em minutos todos estes detalhes, trazendo sua comida em casa ou no trabalho, sem nenhum estresse.

Ótimo exemplo também envolve a locomoção. Quantas vezes perdemos horários importantes, reuniões e até viagens pela dificuldade de conseguir um taxi pelo telefone, mesmo que fosse por uma agência. Se o percurso fosse curto, nem adiantava tentar um pedido que era recusado. Com a chegada de apps como o Uber, em minutos conseguimos um serviço de carro, para qualquer lugar que quisermos, sabendo quanto vamos gastar no percurso.

Estas empresas, e muitas outras, estão disponíveis apenas através dos aplicativos ou sites, o que confirma a substituição definitiva, em curto prazo, de meios de comunicação como telefone. É inevitável que as chamadas telefônicas sejam substituídas, pois os aplicativos proporcionam economia de tempo e dinheiro, e com estas vantagens, não tem como concorrer.

PUBLICIDADE


Quer continuar por dentro das novidades do Blog Seja Livre? Siga o nosso perfil no TWITTER, curta a nossa página no FACEBOOK ou adicione o Blog Seja Livre nos seus círculos do GOOGLE+.

Sobre o Autor

Blogueiro, fundador do Blog Seja Livre, Nerd inveterado, louco por Linux e músico nas horas vagas. Atualmente é o Editor Chefe, Consultor de SEO e Webdesign do Seja Livre, e possui algumas certificações em Linux e Administração de Redes.