Projeto Fedora é o primeiro a implementar UEFI

UEFI
Share
banner

Em seu blog, Matthew Garrett, um dos desenvolvedores da Red Hat e o “líder da briga” contra o Secure Boot e o UEFI, escreveu sobre os planos para implementar a inicialização UEFI no Fedora 18.

Nela, ele cobre a assinatura do bootloader de primeiro estágio com uma chave da Microsoft, ao assinar o GRUB 2, o kernel, os módulos, e etc, com uma “chave do Fedora”. É um compromisso para tentar evitar problemas para os usuários que queiram iniciar o Linux no hardware do Windows 8.

“A última opção não era extremamente atraente, mas é provavelmente a menos pior. A Microsoft vai oferecer serviços de assinatura através de seu portal. Não é inteiramente livre (há uma taxa única de $ 99,00 para ter acesso), mas é mais barato do que qualquer alternativa teria sido.

A chave garante compatibilidade com uma gama ampla de hardwares, e evita que o Fedora tenha qualquer privilégio especial em relação a outras distribuições Linux, tendo em vista que a assinatura será a nível de kernel. Se existem opções melhores, ainda não achei. Então, com toda a probabilidade, esta é a abordagem que vamos tomar. Nosso bootloader de primeira etapa será assinado com uma chave da Microsoft.”

PUBLICIDADE


Quer continuar por dentro das novidades do Blog Seja Livre? Siga o nosso perfil no TWITTER, curta a nossa página no FACEBOOK ou adicione o Blog Seja Livre nos seus círculos do GOOGLE+. Se você usa ORKUT, nós também estamos lá, inclusive no IDENTI.CA e Linkedin.