Phonebloks: uma novidade que vai revolucionar o mundo dos smartphones

Vinícius Vieira 19/09/2013 1
Phonebloks: uma novidade que vai revolucionar o mundo dos smartphones
Share

banner

Se você curte tecnologia com certeza deve ter um smartphone, correto? E se você tem um smartphone, com certeza já deve ter reparado que (apesar de caros) são descartáveis, pois a cada ano a tecnologia móvel muda consideravelmente e nossos “brinquedinhos” vão ficando obsoletos, começam a travar e etc.

Agora imagina um smartphone que você não tivesse que substituir por ter ficado obsoleto?  Será que é fisicamente impossível? Claro que não! O conceito dos Phonebloks foi criado para provar que é fisicamente possível você continuar com um aparelho moderno e as empresas continuarem ganhando dinheiro produzindo novas tecnologias.

A ideia é um aparelho onde todos os componentes (câmera, processador, memória, tela, bateria, etc) sejam blocos independentes, ligados ao mesmo aparelho. Digamos que você está achando seu telefone lento demais, bastaria trocar o processador. Se precisar de uma câmera melhor, trocaria apenas o bloco da câmera, e assim por diante. Além disso, se uma peça quebrar, você não precisaria se livrar do aparelho inteiro, e substituir apenas a peça com defeito. Isso diminuiria consideravelmente o volume de lixo eletrônico!

A ideia é muito interessante, principalmente porque você poderia ter um aparelho com por exemplo uma câmera da Samsung, um processador Apple, memória da Sony e etc.

Mas será que vingaria essa iniciativa? Será que a grande maioria dos consumidores comprar novos aparelhos pelas suas configurações ou são influenciados pelo design (sem contar o marketing por trás da marca…)?

Se você curtiu a ideia e quiser ajudar, segue aqui o link do projeto pra você ajudar a divulgar.

Fonte

 

PUBLICIDADE


Quer continuar por dentro das novidades do Blog Seja Livre? Siga o nosso perfil no TWITTER, curta a nossa página no FACEBOOK ou adicione o Blog Seja Livre nos seus círculos do GOOGLE+. Se você usa ORKUT, nós também estamos lá, inclusive no IDENTI.CA e Linkedin.

  • Fábio C. Magalhães

    A ideia é boa.