Mozilla anuncia o “Shumway”: uma nova alternativa ao Flash no Linux

firefox-goodbye-flash
Share
banner

A um tempo atrás a Adobe decidiu descontinuar o Flash para o Linux, e desde então algumas iniciativas tem sido tomadas para contornar isso.

O Google decidiu investir no Pepper: uma API (PPAPI) do Flash que foi desenvolvida inicialmente pela Adobe e hoje é mantida oficialmente pelo Google. Porém o Pepper está disponível apenas para Chrome/Chromium e seu código é lacrado a sete chaves pelo Google. E nessa brincadeira o Firefox havia ficado a merce de inciativas como o LightSpark e o Gnash, as quais ainda não mostraram tanta eficácia em ambientes de produção.

Apesar do advento do HTML5 e da quada vertiginosa do Flash, ainda há muito conteúdo na web em Flash e os usuários Linux (mais precisamente os usuários Linux que usam o Firefox) viam-se obrigados a usar uma versão do Flash Player totalmente obsoleta que havia sido “largada as traças” pela Adobe.

Tendo em vista este cenário, a Mozilla anunciou o Shumway: um processador de conteúdo Flash que usa HTML5. O código está disponível gratuitamente (e Livre) em repositórios específicos, e os mais aventureiros já podem tente seguir as instruções da página para usá-lo no Firefox. Não se sabe quando o projeto irá atingir maturidade para ser liberado nativamente com o browser da Mozilla, porém promete ser a “solução dos problemas com Flash” no Linux.

Com informações daqui

PUBLICIDADE


Quer continuar por dentro das novidades do Blog Seja Livre? Siga o nosso perfil no TWITTER, curta a nossa página no FACEBOOK ou adicione o Blog Seja Livre nos seus círculos do GOOGLE+.

Sobre o Autor

Blogueiro, fundador do Blog Seja Livre, Nerd inveterado, louco por Linux e músico nas horas vagas. Atualmente é o Editor Chefe, Consultor de SEO e Webdesign do Seja Livre, e possui algumas certificações em Linux e Administração de Redes.

  • Mas então esse flash é para rodar apenas no Firefox ou qualquer outro browser livre?

    • Vinícius Vieira

      Cara, a Mozilla não comentou nada a respeito, porém tomando como base a política da empresa, creio que irão liberar o código sim… até pq já está no GitHub, agora a implementação em outros browsers fica à cargo do usuário/comunidade.

  • Pingback: Shumway: nova alternativa ao Flash para usuários Firefox no Linux()