#DicasLPI – 102.1 – Introdução ao Sistema de arquivos – Parte 2

Deividson Ludolf 23/04/2012 1
#DicasLPI – 102.1 – Introdução ao Sistema de arquivos – Parte 2
Share

Dando continuidade ao assunto iniciado no último post, iremos abordar os assuntos relacionados a estrutura de um sistema de arquivos Linux.

Em uma instalação de um sistema Linux geralmente o usuário aloca todo seu espaço em disco diretamente na partição raiz (/). Em alguns casos particulares (geralmente em servidores), é interessante criar partições distintas para alguns diretórios específicos onde necessitará uma certa demanda do sistema de arquivos, como exemplo a /tmp, onde ficam armazenados os arquivos temporários do sistema.

Alguns diretórios e arquivos não podem ficar fora da partição raiz, como é o caso /etc, /bin e /sbin e os diretórios especiais, como /dev, /proc, sys. Esses diretórios e os arquivos são necessários para que o sistema inicie e possa montar os demais dispositivos. Do mesmo modo, existem outros diretórios que não são necessários em uma instalação Linux, como por exemplo o diretório /home e o diretório /root, que na verdade são diretórios pessoais e não do sistema.

A estrutura do sistema de arquivos do Linux é definida por um padrão chamado Filesystem Hierarchy Standard ou FHS, criado pela comunidade Linux em 1994. As distribuições não são obrigadas a seguir este padrão, entretanto, elas entendem a importância da localização dos arquivos e diretórios padronizados.

Para um maior entendimento do assunto execute o seguinte comando em seu terminal:

# man hier

O comando acima exibe o manual que descreve a estrutura de diretórios de um sistema Linux e para que serve cada diretório especificamente.

No próximo capítulo iremos dar continuidade ao assunto, dissecando sobre os tipos de sistemas de arquivos e diretórios, mas devo ressaltar o quanto é importante a prática para massificar o conhecimento.

Sugestões, materiais e complementações referente ao assunto favor enviar no email ludolf@sejalivre.org

PUBLICIDADE


Quer continuar por dentro das novidades do Blog Seja Livre? Siga o nosso perfil no TWITTER, curta a nossa página no FACEBOOK ou adicione o Blog Seja Livre nos seus círculos do GOOGLE+. Se você usa ORKUT, nós também estamos lá, inclusive no IDENTI.CA e Linkedin.