CUIDADO: a Microsoft está lhe manipulando! Heil Hitler, Heil Gates!

Share
banner

Não é de hoje que a Microsoft conspira por debaixo dos panos contra seus concorrentes e até contra seus próprios clientes. São inúmeros os fatos e casos de conspiração empresarial, cartel, corporativismo exacerbado e tramoias que permeiam a história da empresa. Fatos que até viraram livro (Fogo no Vale: por trás do PC, de  Paul Freiberger e Michael Swaine) e filme (Piratas do Vale do Silício – 1999).

Na última semana, veiculou na internet a notícia de que “o sistema de boot (Secure Boot – UEFI) do Windows 8 iria bloquear o uso de outro SO na máquina”. O primeiro a se levantar contra a ideia foi Matthew Garrett da Red Hat, no dia 21/09, em um post no seu blog. Vários sites e blogs de tecnologia e do universo Software Livre, inclusive o Seja Livre, publicaram a matéria de Garret, alertando a possível tentativa da Microsoft de se tornar dona de vez dos PCs ao redor do mundo. Porém, não é sobre isso que quero falar, até porque o próprio Steven Sinofsky, um dos Engenheiros por trás do Windows 8, publicou uma matéria em um blog da Microsoft no dia 22/09 explicando o que “realmente” é o Secure Boot e o protocolo UEFI, que substituiria a conhecida BIOS, “deixando claro” que: “nós projetamos o firmware para permitir que o cliente possa desativar a inicialização segura. No entanto, isto será por sua conta e risco.”

O que quero abordar é a forma com que a Microsoft manipula seus clientes, seus fornecedores e principalmente: as notícias veiculadas na mídia.

Sobre a manipulação de seus clientes, creio que não precisamos nem explicar. Como um sistema operacional que existe desde 1981 (início de seu desenvolvimento, porém só foi considerado um SO à partir de agosto de 1993, com o Windos NT) e até agora usa praticamente a mesma política de segurança que facilita a infecção e proliferação de vírus e de códigos maliciosos?

Sobre a manipulação de seus fornecedores, ou seja, das empresas de hardware que instalam os produtos Microsoft nas máquinas para serem comercializadas, quero ressaltar o seguinte: no post de Steven Sinofsky, logo após ele ter dito que o cliente “terá o poder de habilitar/desabilitar” o Secure Boot, ele expôs a real intensão da Microsoft por detrás disto: “as OEMs (clique aqui e saiba o que é OEM) são livres para escolher a forma de ativar este suporte e podem personalizar ainda mais os parâmetros, como descrito acima, em um esforço para entregar propostas de valor exclusivo para seus clientes. O Wndows apenas fez um trabalho para prestar um apoio de um grande SO para um cenário que muitos acreditam que irá ser valioso para os consumidores e clientes corporativos.”

Que montadora de PC não irá querer vender seu hardware com o Windows 8? Todos sabemos que em vários cantos do mundo existem pessoas que deixam de comprar um computador, seja ele qual for, por não vir com Windows de fábrica. Devido a tramoias e jogadas de marketing desde o início da história do Windows, ele se tornou o sistema operacional mais usado no mundo. É muito fácil pro engenheiro Steven Sinofsky dizer pro mundo (principalmente pras comunidades de usuários e desenvolvedores de outros sistemas operacionais) não se preocuparem com o Secure Boot, pois “poderá ser desabilitado”, quando ele próprio deixa claro que as montadoras de PC poderão “personalizar” a tecnologia. Está claro que, para a Microsoft liberar sua versão de Windows para a empresa X, ela terá que se comprometer a dificultar ou até impedir que o usuário que comprar seu equipamento, não instale outro SO na máquina, no intuito de entregar propostas de valor exclusivo para seus clientes.

Sobre a manipulação das notícias veiculadas na mídia (o ponto mais preocupante da matéria), vamos fazer uma rápida recapitulação de fatos:

- No dia 25 de julho de 2011, durante o início da comemoração dos 20 anos do Linux, a Microsoft lança um vídeo parabenizando o aniversário do Linux, demonstrado respeito pelo SO (na mesma época é lembrado que desenvolvedores da Microsoft ajudaram no projeto de criação do kernel linux 3.0).

- Dia 15 de agosto de 2011, após lançar seu relatório anual de concorrentes, a Microsoft retira a menção ao Linux e ao Software Livre como concorrentes do Windows. Começou o efeito barata: morde e assopra.

Enquanto isso, na mídia nacional…

- Dia 1 de agosto de 2001, o site TecMundo publica uma matéria sobre “10 coisas que não existiriam se não fosse o Linux“, e ressalta no final da matéria: “Se você ainda procurava motivos para se tornar fã de software livre e do Linux, um dos maiores expoentes desse campo da tecnologia, aí estão mais dez”.

- No dia 19 de setembro de 2011, antes do mundo saber sobre o Secure Boot, o mesmo site (tecmundo),que é subsidiário do Baixaki e pertence ao Grupo Terra Networks (dono do portal Terra), publicou uma matéria com um título bem contradizente ao anterior. “Por que o Linux como você conhece hoje vai desaparecer?“. Durante o artigo, o autor, que pelo visto não sabe nada sobre o Linux, pois tentou afirmar que o “Linux vai virar Ubuntu”, se contradiz muito com citações do tipo: “O que está acontecendo? O Linux está morrendo? O Linux vai virar o Ubuntu (ou o contrário)? Não é bem assim, minha gente. O Linux está morrendo sim, mas apenas como nós o conhecemos.” e “No entanto, a forma com que o Linux está sendo usado está mudando. O que está morrendo é a forma de distribuição do sistema. Em breve, teremos centenas de milhares de dispositivos rodando esse maravilhoso software livre sem que seus usuários saibam que o estão fazendo.”
Cabe ressaltar que o autor do artigo se baseou em uma matéria de um site americano que relata sobre a procura pelas distribuições Linux nos mecanismos de busca do Google. Em nenhum momento o autor da matéria original disse que o Linux deixará de existir, e sim comentou sobre o aumento da procura por novas distribuições como Ubuntu e a diminuição da procura por distribuições mais antigas como Debian e Slackware. Vamos continuar pois não para por aí.

- No dia 21 de setembro de 2011, o tecmundo finalmente publica a matéria sobre o Secure Boot do Windows 8.

- IMPORTANTE: dia 22 de setembro de 2011Steven Sinofsky publica sua “explicação” sobre o Secure Boot em um blog da Microsoft. A matéria foi publicada em diversos sites do Brasil como techtudo do globo.com e olhardigital do UOL, e blogs, como foi o caso do Seja Livre. Esta matéria não foi publicada no tecmundo.

- Ainda no dia 22 de setembro de 2011, o tecmundo publica uma piada: “Por que o Windows 8 será o sistema mais seguro já feito“. O autor da matéria, que demonstrou total falta de informação do assunto e inclusive deixa claro em seu perfil no twitter que não é profissional de informática e muito menos especialista em segurança, já começa assim:

Na maioria das vezes, quando o assunto é segurança em sistemas operacionais, a discussão recai em três constatações bastante comuns entre os usuários: o Linux não tem vírus, o Mac é extremamente seguro e estável e o Windows tem muitas ameaças e pode deixar o proprietário à mercê de pessoas mal-intencionadas.

Entretanto, na prática, existem outras variáveis a serem consideradas que podem colocar o Windows, sim, como um dos sistemas operacionais mais seguros já lançados. A proteção ao usuário existente no Windows 7 já é bastante eficiente.

De acordo com o site alexa.com (uma espécie de IBOPE da internet mundial) o portal Terra, dono do tecmundo, é o 11º site mais visitado do Brasil e o 2º portal de notícias mais acessado no país. E o pior: desde 2001 o grupo Terra Networks (dono do portal terra, tecmundo, baixaki e outros) é parceiro da Microsoft no Brasil!! Confira aqui, aqui e aqui.
Repararam a manipulação? É muito frustrante, indignatório e repugnante quando descobrimos que uma fonte de notícias é na verdade uma fonte de “pratos prontos” preparados para “alimentar” seus leitores com o que se quer que alimente, nos tornando verdadeiras “marionetes” nas mãos de terceiros, tais como “animais de estimação”, que precisam ser guiados por “seus donos”.

Cuidado, não acredite em tudo o que lê, ouve ou vê. Estão nos manipulando!

Divulgue este artigo. Compartilhe nas redes sociais, publique em seu site ou blog, envie por email, vamos desmascarar esta ditadura que querem nos enfiar guela abaixo.

PUBLICIDADE


Quer continuar por dentro das novidades do Blog Seja Livre? Siga o nosso perfil no TWITTER, curta a nossa página no FACEBOOK ou adicione o Blog Seja Livre nos seus círculos do GOOGLE+. Se você usa ORKUT, nós também estamos lá, inclusive no IDENTI.CA e Linkedin.

Sobre o Autor

Blogueiro, fundador do Blog Seja Livre, Nerd inveterado, louco por Linux e músico nas horas vagas. Atualmente é o Editor Chefe, Consultor de SEO e Webdesign do Seja Livre, e possui algumas certificações em Linux e Administração de Redes. É usuário Ubuntu e membro do LoCo Team Ubuntu-BR-SP e da Comunidade Ubuntu-BR.

  • http://semlimites.forumeiros.com Rafael

    Na boa..
    Dia 1 de agosto de 2001, o site TecMundo publica uma matéria sobre “10 coisas que não existiriam se não fosse o Linux“, e ressalta no final da matéria: “Se você ainda procurava motivos para se tornar fã de software livre e do Linux, um dos maiores expoentes desse campo da tecnologia, aí estão mais dez”.

    quando elogiou o linux tava tudo bem..
    quando falou mal foi manipulação e tudo mais..

    somos usuarios LINUX e não precisamos dessa choradeira nao..

    não gostei da materia e sei que vão deletar meu comentario.

    • http://twitter.com/hiper4tivo @hiper4tivo

      2 equívocos:

      1º – Seu comentário nem foi deletado até hoje, e já se passaram uns 3 meses. hehehe

      2º – A intenção não era reclamar de críticas e gostar de elogios. Não se trata disso. Essa matéria tinha como objetivo demonstrar que o elogio mencionado por você, foi com intenção de parecer amigável, assim como o vídeo que a Microsoft fez parabenizando o Linux pelos seus 20 anos.

      Não teve choradeira, e sim uma clara intenção de demonstrar que se depender da Microsoft a gente não conseguiria instalar nossos sistemas operacionais baseados em Linux em um PC.

      E que eles estão dispostos a perder o dinheiro necessário agora para ter esse lucro no futuro, e sabe se lá qual tipo de controle a mais é pensado para o futuro.

      Garanto que não tem a ver com privacidade e nem liberdade.

  • Pingback: Confirmado: Windows 8 bloqueará uso de Linux em máquinas com arquitetura ARM | Blog Seja Livre()

  • Ronaldo Martins

    Quero parabenizar o autor do artigo. Eu desconfiava disso, mas nunca tinha feito um associação. Sabe, dah nojo, eh repugnante, eu sou usuário Linux a dois anos e torço de coração que um dia a Microsoft e seu “Ruimdows” sejam destruídos, pois todo império caiu. Pq esse seria diferente? Agora me pergunto, A Microsoft foi a empresa que mais contribui para o novo kernel do Linux. O que eles querem?

  • http://jnettropical.blogspot.com Jerry Wendel

    eu sempre soube que Baixaki e Baboo eram “pau mandado” da Microsoft!

  • http://softwarelivre-rj.org Cálcio

    Bem destacado os pontos dessa matéria. Como foi dito isso vem desde os primórdios da MicroShit.

    Isso demonstra o Medo que a M$ tem do GNU/Linux como SO desktops, pois ainda é o único lugar q ela ainda domina (meio mal das pernas). O win 8 vai ser o novo win 95, ME e Vista.

    Continue usando o Win só ñ reclame dos trojasn, vírus, lentdão, etc…

  • http://blog.livrexpert.com Marcos

    Eu li essas matérias da TecMundo e não havia entendido o tal do morde assopra, mas sabia que tinha algum ligamento com a MicroSoft, pior do que a Microsoft são esses sites baba-ovo, por isso que eu deletei aquela porcaria do meu leitor de Feed!

  • rdtschr

    Ai beleza! A apple é uma santa né? Porque eu so vejo noticias falando mal da MICROSOFT?
    Ta beleza! A microsoft não é nenhuma santa PORÉM a apple tem se mostrado MUITO pior ¬¬’ enfim..

    • http://www.diversosassuntosbrasil.blogspot.com Hugo Bastos Lima Verde

      É levando em consideração que comprando por exemplo um ipad você vai pagar um absurdo por um tablet mais ou menos e vai ter que deixar o numero e código de segurança de seu cartão de crédito com a apple para só assim poder adquirir um gerenciador de arquivos na app para poder cópiar, colar e manipular arquivos dentro do próprio tablet, isso realmente é muito pior é escravidão do usuário.

    • http://twitter.com/hiper4tivo @hiper4tivo

      A Apple está longe de ser santa, e inclusive ela tem muito em comum com a Microsoft.

      Mas o assunto no momento é sobre a Microsoft e seu Secure Boot.

  • http://davidcamargo.wordpress.com David Camargo

    Matéria interessante.

    Este semana eu acompanhei vídeo onde o Tecmundo afirma que o Linux vai desaparecer, e levei um susto. Eu sou recém chegado a este universo livre, democrático e agradável do GNU/Linux, *e* que torço pelo sucesso desta comunidade. Acredito sim que há jogo de interesses e não sabia do vínculo tão próximo entre o grupo do Portal Terra e a Microsoft.

    Hoje pela manhã enviei um e-mail à Canonical logo após ver este vídeo, pedindo algumas informações sobre o futuro da distro e dando algumas dicas de veiculação de propagandas televisivas em horário nobre. Eu estou torcendo e semeando a força da comunidade livre do GNU/Linux. Em breve serremos mais fortes do que somos hoje.

    Vou usar em favor da comunidade GNU/Linux inteira, uma frase que costumo empregar para o Ubuntu, a distro que uso: Vida longa ao GNU/Linux!

  • http://veiadigital.com.br Netto

    Se eu pudesse dizer alguma coisa para a equipe da Mcrosoft, mesmo sendo usuário Windows desde o MSDOS 6.o, seria: “Não subestime a inteligência e a capacidade dos outros, voces não são donos de nada, só do sistema que voces criaram”
    Jamais vai deixar de existir a máxima: Tem 1000 pessoas trabalhando pra deixar o Windows anti-pirataria e 10.000.000 provando que eles estão fazendo errado, ou seja, sempre, SEMPRE, será inseguro, o melhor que eles podem fazer é ser amigos dos seus concorrentes.

  • http://www.amcollucci.com.br Anthony Collucci

    Boa tarde,

    Meus parabéns pela matéria, so um comentário, a maneira como vc redigiu ela pode dar margem a descrédito. Porém o conteúdo em si e a meu ver bastante verdadeiro.

    Vou compartilhar uma matéria com você que escrevi la pelos idos de 2006, no curso de redes…

    http://www.vivaolinux.com.br/artigo/Direitos-do-autor-e-como-a-MS-finge-telos/

    Até!

  • Marcos Almeida

    Excelente e bem elaborado artigo! Poderíamos também coletar informações sobre as constantes tentativas de manipulação dessa empresa em fóruns e seções de comentários. São posts típicos como o do Guilherme Fritsch (logo acima) que argumentam exatamente como um departamento de marketing. Acredito que sejam poucas pessoas dedicadas à espalhar mentiras e atacar seus maiores concorrentes, alguns são os famosos evangelistas que normalmente se identificam com o caráter da empresa que defendem.

  • Ziraldo Cardoso

    Não sou maluco ou exclusivista, uso 75% Linux e 25% MS: “porque é assim que minha rede trabalha”. Contudo:
    Vini, parabéns pela coletânea de informações bem amarradas. Te parabenizo por ter colocado em ação a nossa conversa daquele dia. Você tirou do campo da “teoria conspiratória” e mostrou de forma elegante o esquema da MS. O dinheiro faz coisas, né?
    P.S.: Nós não temos dinheiro, temos a Comunidade e eles estão com medo do nosso movimento…

  • Guilherme Fritsch

    “Cuidado, não acredite em tudo o que lê, ouve ou vê. Estão nos manipulando!”

    A impressão que tenho, ao ler um artigo como este escrito aqui, é a de uma fomentação mesquinha de teorias conspiratórias. O tom deste artigo dá margem para descrédito. Que a Microsoft pode ter suas atitudes questionadas, há um concenso. Agora… esse artigo parece ter sido escrito por um promotor, apontando provas diante de um Juri para incriminar o réu. Sensacionalismo.
    Penso apenas que a Microsoft não tem – e talvez nunca teve – todo o poder que alega-se ter. O mercado mudou, o mundo e a comunicação mudou, os consumidores mudaram, e a Microsoft hoje dança mais do que toca. Meu termômetro são os browsers: é o que uso e com o que eu trabalho.

    • http://www.google.com Raimundo

      Acho que você não intendeu o que leu: leia mais uma vez. Mais talvez você já tenha sido manipulado.

    • http://twitter.com/hiper4tivo @hiper4tivo

      Browser precisa de sistema operacional pra rodar.

      Até o Chrome OS que supostamente é só um navegador Chrome, porém é uma distro Linux baseada no ubuntu.

      E justamente pelo que você citou, que a Microsoft hoje não está com essa bola toda, é que ela está tentando se esforçar pra ñ perder o mercado de desktop.

  • http://esbocais.com.br Digo Freitas

    E mais uma vez a Micro$oft se mostra nojenta e traiçoeira.

    Não existe competição leal por parte dela. Só por debaixo dos panos que as coisas funcionam lá.